Translate

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Caminhada da felicidade

Eu andando pela praia
Encontrei o amor,
A paz e o sonho
Enquanto corro todo dia atrás de mim
Seus sentimentos querem me amar
Tudo isso por caso do meu coração
O sorriso está estampando em minha boca
Sou alegre tímida e metida,
Sou assim, quero ser melhor.
Quero dar felicidade para as pessoas
Vivo sem amigos...
Quero fazer amizade!
Ventos correm ao meu lado...
Sopram de um lado para o outro...
Apenas o vento
Quando estou descalço sinto alegria...
No grão de areia, tenho a simplicidade comigo...
Onde procuro o poeta? Será que existe?
Eu sou poeta, escrevo o que sinto e expresso minha dor.
Com o sorriso de uma flor, para o jardim florescer...
Quanta
beleza dentro de uma rosa, mas na vida do poeta também.
O amor na escrita e no seu coração a saudade...
Do seu amor...
O céu é lindo como sua boca...
Sentimentos de um girassol

O sonho foi embora, mas quero sonhar como você de novo.

3 comentários:

Mira Margarido disse...

Olá,da última vez q/ estive aqui, tentei deixar um comentário e ñ consegui, hoje foi muito fácil, gosto de seus textos e seus pensamentos, este está muito bom. P/ um jovem rapaz vc se sai muito bem como poeta...Na verdade o dom não tem idade! Bjus!

Maria Eduarda disse...

Para alguém tão jovem, tens uma enorme talento, não desistas, faça aquilo que teu coração achar que tem de ser feito e assim terás a carreira de um grande poeta.
Já nascemos com este dom, niguém tira, as vezes só precisamos aprimorar, que não é o teu caso.
beijos amigo, parabens

maria eduarda disse...

Eu digo a ti meu poeta, que sempre gostei de tuas poesias,elas sempre me tocaram. Escrevo também, mas com o meu coração, mas tu amigo és nota mil.
Continua, irás longe, se os poetas fossem unidos, hj de mãos dadas todos uns ajudariam aos outros, mas a vida poeta é assim cada um por si.Te gosto porque és uma pessoa simples e sincera, pelo menos me passas isso.
Parabens, não pares, irás longe tens muito ainda pela frente, não pare no primeiro tropeço. beijos